755desafiosMM

  

 
 
 

 Museu do Mar Rei D. Carlos 

 

 

Os próximos desafios exploram os núcleos temáticos do Museu do Mar Rei D. Carlos.

 

Este antigo Sporting Club de Cascaes, mais conhecido pelo antigo Club da Parada, é desde a década de 90 (do século XIX) o museu que acolhe coleções que documentam a história local sobre a comunidade piscatória, e outros temas sobre o mar tal como as rotas dos naufrágios, a biodiversidade e ou o contributo do Rei D. Carlos para o estudo da Oceanografia.
Divirtam-se com estas descobertas!

 

755 ENVOLVE-TE MM novo 28

 

As trocas e baldrocas das trilobites

 

"As trocas e baldrocas das trilobites" desafiam-vos a conhecer melhor diversos fósseis, como as trilobites, e que fazem parte da coleção do Museu do Mar Rei D. Carlos.
As trilobites são animais marinhos pré-históricos que viveram há muitos milhões de anos, ainda anteriores aos dinossauros. À medida que cresciam, estes animais sofriam várias mudas, abandonavam a velha carapaça e desenvolviam outra um pouco maior.
Depois de pesquisarem um pouco mais sobre esta espécie, convidamos-vos a fazerem uma trilobite!
Proposta: A trilobite mudou de carapaça e precisa de ajuda para ter uma nova carapaça. Propomos utilizarem vários materiais (papel, pano, lixo marinho, material reciclado) e construírem uma carapaça à medida da vossa imaginação.
Esperamos pelas fotografias dos vossos trabalhos para: Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

 

755 ENVOLVE-TE MM novo 27

 

Piratas e corsários


Alguma vez pensaram sobre qual é a diferença entre um pirata e um corsário?
Enquanto os piratas eram ladrões por conta própria, os corsários gozavam da chamada "licença de corsário" concedida por um rei para atacar navios de países inimigos. Usavam a bandeira do seu país e dividiam o produto do saque com o monarca, que ficava com a maior parte.
Tratava-se de um tipo de pirataria subsidiada pelas monarquias.
As bandeiras dos piratas, geralmente desenhadas com uma caveira branca sobre fundo preto, tinham como objetivo transmitir a imagem mais temível possível, e fazer com que os seus inimigos não se aproximassem.
Desafiamos-vos a fazerem a vossa bandeira de pirata reutilizando os materiais que encontrarem. Pesquisem o modelo (não se esqueçam do desenho e das cores) e enviem fotografias do trabalho para: Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar .

 

 

755 ENVOLVE-TE MM novo 26

 

Mar salgado

 

"Mar  Salgado"  é mais um desafio do Museu do Mar Rei D. Carlos, agora dedicado à exposição "Pescarias. Gentes do Mar de Cascais", que fala sobre algumas histórias da epopeia do bacalhau.
O bacalhau faz parte da nossa ementa desde há séculos. Depois de capturado numa pequena embarcação (o Dóri) o bacalhau era escalado e aberto e, por fim, feita a salga (pôr sal no peixe para o conservar. Esta atividade era feita no porão do navio).
O sal foi desde sempre tão importante que o ordenado pago antigamente aos trabalhadores era em sal, que da origem ao termo salário.
O nosso desafio de hoje é pintar com sal!

 

Será necessária uma folha branca, cola de madeira, guache, pincel e sal grosso de cozinha.
Passo a passo:
1) Desenhar um peixe ou um barco na folha de papel com o lápis (sugerimos que ocupem toda a folha);
2) Com a cola branca de madeira passar por cima de todos os contornos do desenho, de modo a preenchê-lo generosamente;
3) Cobri toda a área da cola com o sal de cozinha (sacudir o excesso);
4) Pintar todo o desenho com guache aguado e deixar;
5) Deixar secar.


Aguardamos as fotografias dos vossos trabalhos para: Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

ENVOLVE-TE MM 18

 

Uma aventura subaquática

 

A partir de uma das espécies representadas na exposição do Museu do Mar Rei D. Carlos, lançamos o desafio do livro animado com tubarão.

Propomos um livro de pequenas dimensões, ilustrado por um conjunto de imagens sequenciais que vão variando gradualmente, de página para página, dando a ilusão de movimento também se dá o nome de flipbook ou folioscópio.
Partilhem as vossas construções através do email Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar .
1) Cortam-se 14 retângulos de papel branco fino com 8cm x 5cm, juntam-se num molho e agrafam-se numa das pontas;
2) Com uma caneta preta, desenha-se a imagem de um tubarão na última página do livro. Depois, vira- se a página seguinte de maneira a que tape o tubarão
3) Desenha-se por cima do contorno, mas altera-se um pouco o desenho para que o tubarão se "mexa". Seguidamente, desenham-se as imagens nas outras páginas.
4) Segurem o livro e passem as imagens todas, de trás para a frente. E vão ver que o tubarão parece que se mexe...!